sexta-feira, outubro 06, 2017

DÓ, RÉ, MI - UM PIANO....

imagem retirada da net
Dó ré mi, martelam os dedos no piano
uma melodia que o sol traga e o vento espalha.
Pela janela escorrem acordes pelo jardim,
as notas elevam-se, dilatam-se; a melodia encalha
na sebe bem aparada e nos arroubos do jasmim.
Dó, ré, mi, depois um fá e um sol sustenido a preceito,
que o pianista sabe o que faz; arranca melodias
das teclas de marfim causticado de um piano ancião.


E as borboletas volteiam ao som de pios e cantorias
dos pardais e dos melros, e do pica-pau folgazão,
que bate o compasso no tronco onde vai fazer o ninho.
, ré, mi, sol, sol, la, si. Dó, dó, la, la, si. Sol, sol dó.
O bailado estende-se pelas dobras das horas a passar,
parece que o dia engrandeceu, soprou para longe o pó
que restava das cinzas de vidas passadas por catalogar.

E trinam as teclas marfínicas do piano uma valsa de arrepiar,
uma polca, uma rumba, um fox-trot aprumado,
no jardim tudo rodopia, tudo salta e pula e dança.
A melodia contagia, espicaça a vida e o sonho enfeitiçado,
arrebata a natureza arrasta-a na loucura do dia que avança.
Dó, ré, mi, martelam, ainda, os dedos no piano desta vida:

Ah como é bela a valsa neste jardim de partida.



lágrimas de lua

6 comentários:

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Dó, Ré, Mi, toca o piano.
E o melro, qual por encanto
Canta um mavioso canto.
Eis o belo mais humano!

Por trás, num segundo plano,
Como por detrás de um manto,
A alma alegre de um santo
Canta com voz de soprano

Um hino alegre, ao jardim,
À borboleta, e assim
Faz-se o belo em som e cor.

E ecoa dentro de mim,
Como o toque de um clarim,
Anúncio de paz e amor.

Minha gratidão pela afetuosas palavras em meu espaço. Grande abraço e bom fim de semana. Laerte.

lua prateada disse...

Á quanto tempo......
As melodias sempre são maravilhosas..umas mais tristes que outras...
Gostei!...
Beijinho da
SOL

saudade disse...

Como é bom sentir as tuas palavras.... Beijo de....
Saudade.

Evanir disse...

Ás vezes, apenas precisamos ter calma e paciência.
Apenas por me chamar, por me dar um abraço quando me vê,
sorrir pra mim, são coisas pequenas...
Mas são as que realmente marcam..
Desejo de todo meu coração
um abençoado Domingo.
Uma semana de vitorias
Beijos no coração.
Evanir..

Jaime Portela disse...

E como é belo este teu poema.
Gostei muito, muitíssimo.
Continuação de boa semana, querida amiga.
Beijo.

LuísM Castanheira disse...

Eu diria que é mais um jardim de chegada, minha Amiga.
E como se deve estar bem neste paraíso.
Entre os silêncios, quase oiço os pássaros a rivalizar nos acordes desse "velho piano".
Um beijo